Estado de SP: “Governo Federal avalia intervenção no Amazonas, diz ministro da secretaria de governo”

*Matéria atualizada às 21h47 com o posicionamento do governo sobre a informação de avaliação de intervenção do Governo Federal na Saúde, no final da matéria.

O jornal Estado de São Paulo publicou matéria em seu site informando na machete que o “Governo avalia intervenção no Amazonas” e que esta informação foi confirmada a reportagem do jornal pelo ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.  ...  Ver mais

Continue lendo

Estado se omitiu em criar leitos no Delphina Aziz e desorganizou o sistema de saúde, afirma promotora

Foto: Promotora silvana Nobre (Divulgação/MO-AM

A promotora da Promotoria de Justiça Especializada na Defesa dos Direitos Humanos e Saúde Pública, Silvana Nobre, declarou que o Governo do Amazonas desorganizou o sistema de saúde ao se omitir em criar leitos no Hospital Delphina Aziz, não usar leitos de UTI disponíveis na rede SUS e concentrar esforços na criação de um hospital que foi inaugurado sem conclusão e sem oferecer aos pacientes infectados na pandemia o que eles precisam: leitos de UTI e atendimento digno. ...  Ver mais

Continue lendo

Covid destrói sistema de saúde do Amazonas, afirmam New York Times, Associated Press e Washington Post

Foto: Edmar Barros

O colapso do sistema de saúde no Amazonas e o sofrimento dos pacientes da covid-19 nas portas das unidades hospitalares de Manaus viraram manchete na tarde desta segunda-feira, dia 20, nos principais jornais americanos, após a agência de notícias AP (Associated Press) publicar reportagem com 14 fotos do repórter fotográfico Edmar Barros mostrando a realidade do avanço da pandemia no estado. ...  Ver mais

Continue lendo

Inauguração simbólica de hospital de campanha e pacientes mortos “sem atendimento digno”, diz MP

Membros do MP-AM (Ministério Público do Estado do Amazonas) fizeram uma inspeção no Hospital de Retaguarda da Nilton Lins,  inaugurado no dia anterior pelo Governo do Amazonas e sustentam que o ato foi “simbólico”. O MP-AM informou ter constatado, no local, falta de equipamentos e medicamentos para internação de pacientes. Além de falta de material de proteção individual para os funcionários da saúde. ...  Ver mais

Continue lendo

Habermas e Paulo Freire: reflexões filosóficas à margem da academia em tempos coronaviranos

Foto: Habermas (centrodepesquisaeformacao.sescsp.org.br)
Foto: Habermas (centrodepesquisaeformacao.sescsp.org.br)

*José Alcimar de Oliveira

01. Em recente entrevista ao Le Monde, em 11 de abril de 2020 [concedida a Nicolas Truong, traduzida por André Magnelli & Felipe Maia (UFJF), Fios do Tempo, 12 de abril de 2020], Habermas faz uma distinção entre o populismo “intelectual” de direita e o populismo “cotidiano” de direita. Segundo esse grande pensador, já nonagenário, lúcido e produtivo, “o populismo ‘intelectual’ de direita pode ter pretensões intelectuais, mas essas são apenas pretensões. Ele é, tão somente, um pensamento fraco. Por outro lado, o populismo ‘cotidiano’ de direita, que se estende muito além dos estratos empobrecidos e marginalizados da população, é uma realidade a ser levada a sério”. Não sou exatamente um leitor frequente de Habermas. Além disso, nem pela mais remota mediação do trabalho remoto haveria possibilidade dessas minhas inquietações filosóficas chegarem ao conhecimento do autor da mundialmente reconhecida Teoria do agir comunicativo, publicada em 1981 (com 1.558 páginas na edição brasileira), duzentos anos depois da primeira edição da Crítica da razão pura de Immanuel Kant. A essas duas grandes obras, a Crítica da razão pura e a Teoria do agir comunicativo, a filosofia deve o que se define pela segunda e terceira revolução copernicana.     ...  Ver mais

Continue lendo