Paulo freire, educador do oprimido como classe

 José Alcimar de Oliveira *

O otimismo, em sua essência, não é um ponto de vista sobre a situação presente, mas uma força vital, uma força da esperança onde outros resignam, uma força para manter a cabeça erguida quando tudo parece falhar, uma força para aguentar reveses, uma força que jamais cede o futuro ao adversário, mas o reclama para si. Certamente existe também um otimismo covarde, tolo, que deve ser rejeitado. Mas ninguém deve colocar sob suspeição o otimismo como vontade voltada para o futuro, mesmo que ele erre centenas de vezes (Dietrich Bonhoeffer, 1906-1945, pastor protestante executado a mando de Hitler no dia 09 de abril de 1945). ...  Ver mais

Continue lendo