Erivonaldo Nunes Oliveira, educador e historiador

Foto: Educador e historiador Erivonaldo Nunes de Oliveira (site afinsophia.org)

Por José Alcimar*

In memoriam

Segundo o Mouro de Trier, a morte é a vitória da espécie sobre o indivíduo. Mas a espécie não redime os que a negaram como indivíduos. São os indivíduos que morrem antes de morrer porque fazem da vida uma recusa ontológica a humanizar-se como espécie.  ...  Ver mais

Continue lendo

In principio erat Verbum (Jo 1,1) ou sobre a beleza da teoria

Imagem: https://orelhasdevidro.com/2019/07/19/negacionismo/

José Alcimar de Oliveira*

01. No reino do negacionismo e da ostentação da ignorância arrogante alçou-se a estatuto de regra a demonização da teoria. A postagem converteu-se em critério de verdade. É tudo muito rápido. Caiu no esgoto, em que hoje a mentira programática transforma e tolda boa parte das redes sociais, é peixe.  ...  Ver mais

Continue lendo

Sobre empinar papagaios nas alturas celestiais: ao Pajé Jorge, in memoriam

Foto: Jorge Mussa Dib, ao lado da esposa Dulce Enilde, permissionária do Mercado Adolpho Lisboa (Arquivo/Família)

José Alcimar de Oliveira *

Ao Pajé Jorge Mussa

(02 de julho de 1953-30 de janeiro de 2021), que agora empina papagaio na morada eterna

          01. Escrevo sobre mim para escrever sobre o mundo. Recorro à experiência pessoal para tatear sobre o universal de nossa condição humana. Para pensar com o Mouro de Trier, admito que inexiste natureza humana abstrata. Toda natureza, inclusive o conceito de natureza, só existe enquanto natureza condicionada e modificada pela história do ser social.  ...  Ver mais

Continue lendo

Isaías, o profeta do Messias Verdadeiro

Imagem: acontecimentosdodiablog.wordpress.com

José Alcimar de Oliveira*

São belas, verdadeiras e fortes as palavras do Grande Profeta Isaías. A verdade é da ordem da beleza e também o modo de ser do real.

Não é à toa que em Lc 4, 16-19 encontramos o relato de que Jesus, num sábado, na pequena Nazaré onde ele foi criado, entra numa sinagoga para rezar. Cidade é um exagero, na verdade Nazaré era um povoado vítima de reconhecida e construída má fama, haja vista que por diversas vezes chegava aos ouvidos do Nazareno o preconceito corrente que repetia: pode vir alguma coisa boa de Nazaré? ...  Ver mais

Continue lendo

O Jesus de Nazaré do Evangelho de Marcos ou do diálogo com Engels, Graciliano e Brecht

Continue lendo

Éden em fogo: há esperança na Amazônia

Continue lendo

A sacralidade do teto de gastos da autocracia burguesa e a Manaus sem teto, pão e sepultura

Foto: Enterro no cemitério Nossa Senhora Nossa Senhora de Aparecida, no Tarumã, nesta sexta-feira, dia 8. (Rosiene Carvalho)

*Por José Alcimar

          01. O canto épico (prefiro esta classificação à de poema dramático) de João Cabral de Melo Neto nos dá a medida da vida severina dos empobrecidos dessa terra, de Álvares Cabral a Cabral Filho. Por que garantir aos mortos a terra que em vida já lhes foi expropriada? ...  Ver mais

Continue lendo