Morre Manoel Serqueira, após 30 anos dedicados à educação e à caridade em Manaus

Foto: Manoel Pinto Serqueira em um evento de caridade no Instituto Denizard Rivail. (Divulgação/Movimento Espirita)

Morreu o empresário Manoel Pinto Serqueira, aos 66 anos, na tarde deste sábado, dia 9, no Hospital Adventista de Manaus, vítima de covid-19. Manoel passou três dias internado e faleceu por volta de 16 horas.

O empresário, fundador do Instituto Denizard Rivail, dedicou 27 anos de sua vida à educação e 30 anos a obras de promoção social e de caridade em Manaus.

O Instituto Denizard Rivail foi fundado em 1994. Por meio da Associação Espírita Beneficente Jésus Gonçalves, atendeu por 30 anos, ao lado da esposa Vera Lúcia Serqueira, centenas de famílias em condições vulnerabilidade social na Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste de Manaus.

Por vários anos, parte do público atendido na obra espírita era de hansenianos e seus familiares, que, além da doença, conviviam com o preconceito.

A obra social também mantém uma escola de educação infantil e ensino fundamental, Educandário Santo Agostinho, com oferta de vagas para crianças da comunidade de forma gratuita.

Manoel Pinto Serqueira, pessoalmente e por meio do Instituto Denizard Rivail, prestou apoio, sem nenhum retorno financeiro, a eventos que usaram a estrutura da escola para arrecadação de recursos com objetivo de auxiliar na manutenção de obras sociais de vários bairros da cidade.

Além de ceder espaços da escola aos finais de semana para eventos destinados ao estudo, divulgação da Doutrina Espírita e ao consolo de pessoas que buscavam alívio para dores emocionais.

Um dos eventos sediados no Instituto Denizard Rivail foi a Concafras Mundial, que em 2015 reuniu caravanas de 26 países em Manaus.

Manoel Serqueira era o responsável, ao lado da esposa, pela produção no Amazonas e em Roraima da Pomada Vovô Pedro, distribuída gratuitamente.

O empresário, que deixa esposa, quatro filhos e quatro netos, levou uma vida dedicada à prática da caridade anônima e também de serviços à cidade de Manaus em benefícios de seus cidadãos mais fragilizados.

(Foto: Divulgação/Movimento Espirita)

(Foto: Divulgação/Movimento Espirita)
(Foto: Divulgação/Movimento Espirita)
(Foto: Divulgação/Movimento Espirita)
(Foto: Divulgação/Movimento Espirita)
(Foto: Divulgação/Movimento Espirita)