Nina (2006-2021) e a utopia de baleia

José Alcimar de Oliveira* Baleia queria dormir. Acordaria feliz, num mundo cheio de preás. E lamberia as mãos de Fabiano, um Fabiano enorme. As crianças se espojariam com ela, rolariam com ela num pátio enorme, num chiqueiro enorme. O mundo ficaria todo cheio de preás, gordos enormes (Graciliano Ramos).           01. O filósofo alemão Schopenhauer … Continue lendo Nina (2006-2021) e a utopia de baleia