Deputado diz que, após depor na CPI, ele e a mãe estão sendo ameaçados de morte por “mafiosos e bandidos”

Deputado Fausto Júnior e senador Omar Aziz, durante depoimento do parlamenta da ALE-AM na CPI Foto: Agência Senado

O deputado estadual Fausto Júnior (MDB) declarou que ele e a mãe, a conselheira do TCE (Tribunal de Contas do Estado) Yara Lins, estão sofrendo ameaças de morte feitas por “bandidos, mafiosos e vagabundos”. Fausto alega que as ameaças são tentativas de intimidação porque ele está enfrentando “o sistema” e que as ameaças começaram após o depoimento dele na CPI da Covid, no Senado, ...  Ver mais

Continue lendo

Senador Omar acusa conselheira do TCE de usar o cargo e o mandato do filho para enriquecer ilicitamente

Continue lendo

Organização internacional pede informações sobre chacina em Tabatinga ao Governo do AM

Continue lendo

Lázaro: o Brasil entre a metafísica do mal e o real dialético

Continue lendo

STJ retira de pauta denúncia contra governador Wilson Lima

Continue lendo

O conhecimento pode gerar angústia, mas a ignorância mata e o deserto avança

Imagem: Pachamama (https://cimi.org.br)

Por José Alcimar de Oliveira *

O meu povo perece por falta de conhecimento (Os 4,6).  Quomodo potest Satanas Satanam eicere? Et si regnum in se dividatur, non potest stare regnum illud (Mc 3,23-24).

          01. Tales de Mileto, que viveu há mais de dois e meio milênios, e o primeiro teólogo do mundo ocidental, registra num de seus sábios fragmentos que tudo está tomado pelos deuses. Para ele o universo é um sistema de forças anímicas. Comparava a terra a um navio a flutuar sobre um mundo de águas. Tales é um Espinosa da Hélade. Para ele a água é divina. É o princípio de tudo. Tales, Heráclito (com seu fogo dialético, não o que hoje queima a Amazônia) e Espinosa são cidadãos da Amazônia. ...  Ver mais

Continue lendo

A força da retrotopia: quando a ordem se faz ordem do dia

Imagem: https://www.sindsep-pe.com.br/artigos-detalhe

Por José Alcimar de Oliveira *

Vossa terra está assolada, vossas cidades, incendiadas. Os inimigos, à vossa vista, devastam vosso país. É uma desolação, como a ruína de Sodoma (Is 1,7).

               01. No Brasil da ordem acima da lei até a filosofia positiva de Auguste Comte é vítima de uma degeneração epistêmica. É sabido o quanto o conceito de ordem é caro ao celebre autor da “lei dos três estados”. Mas é impossível encontrar no pai do positivismo o menor resquício de negacionismo e ódio à ciência.   ...  Ver mais

Continue lendo

“Quem vai reparar os danos causados aos povos indígenas?”

Foto: Joenia Wapichana (Twitter)

Na semana que a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara Federal aprovou um dos maiores ataques aos povos indígenas dos últimos 30 anos e que indígenas em protesto pelos direitos garantidos na Constituição Federal foram recebidos com violência na casa legislativa, o mandato da deputada federal Joenia Wapichana (Rede-RR) foi exigido em todas as possibilidades simbólicas e técnicas. Única parlamentar indígena no Congresso e primeira mulher indígena eleita no País, Joenia tentou frear e dar visibilidade ao retrocesso.  ...  Ver mais

Continue lendo

Nina (2006-2021) e a utopia de baleia

Foto: Nina (arquivo pessoal José Alcimar)

José Alcimar de Oliveira*

Baleia queria dormir. Acordaria feliz, num mundo cheio de preás. E lamberia as mãos de Fabiano, um Fabiano enorme. As crianças se espojariam com ela, rolariam com ela num pátio enorme, num chiqueiro enorme. O mundo ficaria todo cheio de preás, gordos enormes (Graciliano Ramos). ...  Ver mais

Continue lendo

A política como força teórica do povo e o poder dos becos, ruas e praças

Foto: Protesto pelas 500 mil vítimas da pandemia no Brasil e contra o presidente Bolsonaro (Rosiene Carvalho)

José Alcimar de Oliveira *

O bem comum da humanidade não é solúvel na privatização do mundo (Daniel Bensaïd).

          01. A política encontra no povo a sua força material. O povo encontra na política a sua força teórica. É somente a praça que pode unir o povo e a política. Não haverá democracia no parlamento enquanto becos, ruas e praças permanecerem vazias. A verdade da democracia do povo implica dois direitos sempre negados pela democracia burguesa: 1) a isonomia como igualdade coletiva diante da lei e 2) a isegoria como o direito coletivo aouso público da palavra.  ...  Ver mais

Continue lendo