Presidente da OAB-AM diz que perícia apontará se houve chacina no Crespo

Foto: Marco Aurélio Choy Daniel Jordano/BandNews Difusora

O presidente da OAB-AM (Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas), Marco Aurélio Choy, declarou que a Comissão de Direitos Humanos da ordem aguarda perícia para analisar se houve ação policial ou chacina na operação que terminou com 17 pessoas mortas pela polícia no Crespo, Zona Sul de Manaus.

Choy declarou, em entrevista ao programa Exclusiva da Rádio BandNews Difusora (93.7) desta segunda-feira, dia 4, que a comissão começou a receber e ouvir familiares dos mortos.

A operação iniciou no dia 29, terminou no dia 30 de outubro e durou cerca de cinco horas, segundo a SSP (Secretaria de Estado de Segurança Pública).

O secretário da SSP declarou, durante coletiva, que todos os mortos eram traficantes e trocaram tiros com a polícia. Nenhum policial foi ferido. Doze dos 17 mortos tinham idade até 23 anos. Três eram adolescentes de 17, 16 e um de apenas 14 anos.

“Se constatado que não (havia sinais de pólvora nas mãos dos mortos), teremos novos rumos para este caso. Aí vai demonstrar que essas pessoas não estavam armadas e consequentemente teria ocorrido uma chacina e não uma reação policial”, declarou o presidente da OAB-AM.

“Evento estranho”

Marco Aurélio Choy disse que é estranho ter um confronto em que de um lado todos morreram e de outro ninguém saiu ferido.

“É um evento estranho. Ninguém foi preso, ninguém se entregou. Imagina, chega alguém armado, é natural que alguns resistam e que outros se entreguem (…) A tese da policia é que foi uma troca de tiros e só as pessoas que morreram foram atingidas. Nenhum policial foi atingido”, afirmou.

O presidente da OAB-AM disse que, apesar de estranhar, quer ter muita responsabilidade com o posicionamento que a ordem tomará em relação a este caso e, por isso, aguardará a perícia solicitada para verificar se há vestígios de pólvora nas mãos dos 17 mortos.

“O exame é para que se tenha certeza se essas pessoas estavam armadas ou não. Consequentemente, se estavam armadas, é porque resistiram à ação do Estado e, consequentemente, houve a morte”, afirmou.

Sobre a informação divulgada na matéria do jornal Folha de São Paulo, na semana passada, que o adolescente de 14 anos foi atingido nas costas, Choy declarou:

“Um tiro nas costas não é um comportamento de quem esteja em confronto. É um comportamento de quem está fugindo. A pericia vai mostrar de onde veio a bala”, afirmou.

Outros assuntos

Na entrevista, Choy também negou que será candidato nas Eleições 2020. O presidente da ordem falou sobre o Caso Sotero, Caso Flávio e como, na opinião dele, preserva a instituição OAB-AM diante das suas atuações como advogado.

Confira a entrevista, na íntegra, no link abaixo:

Exclusiva 04.01.19 – Manaus

Rosiene Carvalho e Thaís Gama entrevistam o presidente da OAB Amazonas, Marco Aurélio Choy no quadro Exclusiva do Alta Frequência Manaus. Acompanhe as principais notícias de Manaus e da Região Norte. Participe! Mande sua mensagem no (92) 99351-9370. #Bandnews #Manaus #Exclusiva

Publicado por BandNews Difusora FM 93.7 em Segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Lista dos mortos no Crespo:

  1. Bruno Cardoso Lopes, 23 anos.
  2. Markleuson Batista da Silva, 18 anos.
  3. Max William Sampaio da Silva Cavalcante, 29 anos.
  4. Michel dos Santos Cardoso, 27 anos.
  5. Alexsandro Custódio de Carvalho, 16 anos.
  6. Erick Osmarino Silva Santos, 17 anos.
  7. Lucas da Costa Pereira, 21 anos.
  8. Eder Júlio Canto Costa Junior, 20 anos.
  9. Aldair Campos Nascimento, 21 anos.
  10. Vinicius Eduardo Souza da Silva, 21 anos.
  11. Natanael Costa Melo, 20 anos.
  12. Samuel Pinheiro Campos, 23 anos.
  13. Francisco Eduardo Farias da Silva, 24 anos.
  14. Eligelson Maia de Souza, 28 anos.
  15. Uelinton do Nascimento da Silva Junior, 14 anos.
  16. Rodrigo Rebelo Fialho, 28 anos.
  17. Leácio Lucas de Oliveira, 19 anos.

Foto: Daniel Jordano/BandNews Difusora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *